Site especializado em análise de câmeras digitais
Pesquisa 

TÉcnica do Meio-Disparo
B. C. Deiró                  
A técnica de pressionar o botão do obturador até a metade antes de completar o disparo é muito útil para o fotógrafo: reduz o atraso do obturador, possibilita que o assunto em foco seja reposicionado para qualquer parte do quadro e ainda permite saber quais valores de exposição serão automaticamente aplicados, em digitais que exibem esses dados antes de completar o disparo.
  . Reposicionar o assunto principal
Câmeras mais simples focam apenas o assunto que se encontra no meio do enquadramento o que, sem a técnica do meio-disparo, obrigaria o fotógrafo a conter sua criatividade e posicionar o objeto principal impreterivelmente no centro da foto. Saiba como usar essa técnica para ganhar total liberdade ao elaborar suas composição.
Primeiro, enquadre a cena com o objeto principal no centro, para que o foco se dê sobre ele. Então, pressione o obturador somente até a metade do caminho, o que irá travar o foco. Agora, mova ligeiramente a câmera para deslocar o objeto do centro do quadro, posicionando-o onde quiser. Segure firme e complete o disparo.
 
  . Reduzir o atraso do obturador
Para reduzir o atraso entre o clique e a cena registrada, enquadre e pressione o botão do disparo pela metade. Mantenha-o nesta posição e aguarde para, no momento certo, completar o disparo. Enquanto aguarda, cuide para que a distância entre a objetiva e o assunto não se altere (ou ele sairá desfocado). O atraso será menor porque ao pressionar o botão pela metade você induz a câmera a antecipar o cálculo do foco, da exposição e do Balanço do Branco, ganhando tempo para, quando você completar o disparo, ela ser mais ágil no registro da foto.
  . Dados da exposição
É também após pressionar parcialmente o obturador que a maioria das câmeras exibe quais valores da abertura do diafragma, da velocidade do obturador, e qual fator ISO serão automaticamente aplicados na foto. Isso dá ao fotógrafo a oportunidade de, ao deparar-se por exemplo com altos fatores ISO que normalmente produzem ruído na imagem, abrir janelas ou acender mais luzes para aumentar a iluminação ambiente, na tentativa de obrigar a câmera a reduzir o fator.
O mesmo procedimento será útil quando a câmera indicar que longas exposições serão necessárias. Ao intensificar a iluminação ambiente o fotógrafo fará com que ela acelere a velocidade do obturador. Ele ainda terá a chance de se prevenir-se e manter a mão firme ou apoiar a câmera sobre algo estável para evitar fotos tremidas, comuns nas longas exposições.
Voltar
 
 
 
Todo o conteúdo deste website é de autoria e propriedade do Câmera versus Câmera e está protegido
pela lei dos direitos autorais. Sua reprodução é proibida e sujeita às penalidades da lei. Saiba mais...
Copyright  ©  2006 - 2016    Câmera versus Câmera    Todos os direitos reservados